A vacinação contra a Febre Amarela segue disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e em qualquer dia da semana. Outra opção é toda segunda-feira, das 18h às 22h no UBS Morretes.

“A vacina é a única forma de prevenção contra a doença. Recomendamos que a população procure uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) para garantir a imunização”, explica Diretora da Vigilância Epidemiológica, Enfª Mariane Halpin.

Quem pode vacinar?

Pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos. Já as pessoas com mais de 60 anos também devem ser imunizadas, desde que sejam avaliadas pelo médico do serviço de saúde para identificar se possuem alguma contraindicação.

Quem não deve tomar a vacina da febre amarela?

Crianças menores de 9 meses de idade, pacientes com imunodepressão de qualquer natureza, pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave, com a contagem de células CD4 < 200 células/mm3 ou menos de 15% do total de linfócitos para crianças menores de 6 anos, pacientes submetidos a transplante de órgãos, pacientes com imunodeficiência primária; pacientes com neoplasia, indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (gelatina bovina, ovo de galinha e seus derivados, por exemplo), pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica), mulheres amamentando crianças menores de seis meses.

Como é o esquema de vacinação?

O esquema básico de vacinação em todo Brasil deve ser de 1 dose aos 9 (nove) meses de vida e um reforço aos (4) quatro anos de idade. Caso a pessoa já tenha recebido uma dose da vacina antes de completar (5) cinco anos de idade, está indicada a dose de reforço, independentemente da idade em que o indivíduo procure o serviço de vacinação.