A Polícia Civil participou de uma operação conjunta na manhã desta quarta-feira (26), em Itajaí, com o objetivo de prevenção e repressão aos crimes relacionados a furtos de materiais metálicos e ao funcionamento irregular de atividades comerciais de produtos dessa natureza.

Ao todo, foram fiscalizados quatro locais previamente levantados e identificados, nos bairros Nossa Senhora das Graças, Espinheiros, São Vicente e Cidade Nova, em Itajaí. A operação recebeu o nome Perdere, termo do latim que significa sucata.

Durante as diligências nos estabelecimentos e entornos, seis pessoas foram presas, duas delas por serem procuradas pela Justiça e com mandados de prisão ativos, dois por receptação de bens de origem ilícita, um por tráfico de drogas e um por receptação, adulteração de identificação de veículo automotor e posse de munições.

Mobilização

Além dessas prisões, foram lavrados mais dois Termos Circunstanciados (TCs) por delitos de menor potencial ofensivo, sendo os autores nesse caso liberados em seguida. Até o término da operação, um dos estabelecimentos vistoriados já havia sido notificado pelo INIS – Instituto Itajaí Sustentável, para a exibição de documentos para o correto funcionamento e sujeito a penalidades administrativas.

Foram recuperados, ainda, fios metálicos, baterias e uma bicicleta, sendo apreendidas drogas, uma motocicleta e munições de uso restrito. A operação contou com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal. Também participaram a Vigilância Sanitária, Defesa Civil e o Instituto Itajaí Sustentável. Foram mobilizados 33 agentes.