O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, iniciou pelos municípios de Jaraguá do Sul e Joinville mais uma série de visitas para o acompanhamento das ações de enfrentamento nesta nova fase da pandemia. A região era, até esta quinta-feira, 24, a única em estado Gravíssimo de acordo com a Matriz de Risco Potencial.

O secretário esteve ainda na quarta-feira, 23, em Jaraguá do Sul para realizar visitas aos hospitais São José e Jaraguá . Ele também participou de reuniões com representantes do Comitê de Enfrentamento à Covid e do Centro Empresarial jaraguaense (Cejas).

Motta conheceu a estrutura montada no município para as ações de enfrentamento e ouviu as demandas dos representantes locais, entre elas a de possíveis mudanças na matriz de risco. O município vem solicitando uma reavaliação das classificações regionais. O deputado estadual Vicente Caropreso acompanhou a visita.

“É uma visita emblemática. Os resultados falam por si e mostram que o município de Jaraguá do Sul, com toda a sua organização, vem realizando ações que foram fundamentais nesse enfrentamento”, disse o secretário André Motta Ribeiro. “Na construção de matriz de risco sanitário, definimos essa questão da gestão por parte dos municípios, que têm o pleno conhecimento da realidade local. Infelizmente por interferências externas não conseguimos colocar a cabo toda a nossa proposta inicial. Vamos levar os pedidos de classificação à nossa área técnica para avaliação”.

Joinville

O secretário André Motta Ribeiro esteve em três unidades hospitalares de Joinvile nesta quinta-feira, 24. Motta Ribeiro visitou as instalações do Hospital São José, Bethesda e no início da tarde foi ao complexo do Hospital Regional Hans Dieter Schmdit. Ele estava acompanhado do diretor da unidade, Evandro Godoy.

O município de Joinville recebeu um total de 65 respiradores WEG adquiridos pelo Governo do Estado e 33 monitores multiparâmetros. Ao Hans Dieter foram entregues 30 respiradores e 29 monitores, no Hospital Municipal São José foram fornecidos 25 respiradores e quatro monitores da JBS, e também foram destinados 10 ventiladores pulmonares ao Hospital Bethesda.