Após quase dois anos de preparação, o Porto de São Francisco do Sul receberá os certificados ISO 9001 (de Gestão da Qualidade) e o ISO 14001 (de Gestão Ambiental), ambos na última versão: 2015. A recomendação foi anunciada nesta sexta-feira, 24, pela empresa QMS do Brasil, durante a reunião de encerramento da auditoria externa.

O reconhecimento possibilita o ingresso de São Francisco do Sul no seleto grupo de portos públicos certificados. A norma ISO 9001 é um conjunto de diretrizes internas que buscam alcançar o gerenciamento de qualidade para atender eficientemente às demandas dos clientes. Já a ISO 14001 especifica os requisitos do sistema de gestão ambiental, focando no comprometimento das empresas no gerenciamento e prevenção dos potenciais impactos ao meio ambiente.

Ao anunciar a recomendação sem nenhuma “não conformidade”, os auditores Karine Bucholdz e Renato Anselmo Júnior destacaram a segurança dos colaboradores do Porto ao responder sobre os processos de gestão interna. “Nos surpreendeu positivamente o domínio e a confiança demonstrada pelos funcionários ao serem questionados acerca das ações que cada um cumpre na sua rotina de trabalho, sempre de acordo com as diretrizes da empresa”, afirmou Anselmo Júnior.

A certificação definitiva deve ser emitida em até 60 dias, após os relatórios serem validados por uma comissão de certificação no Brasil e, posteriormente, na Austrália, onde está localizada a sede da empresa QMS.

Para o presidente do Porto, Vladimir Fey, a conquista mostra que o Porto de São Francisco tem uma gestão inovadora e moderna, que visa ao aumento constante na competitividade dos serviços. “Esta certificação atesta o nosso constante compromisso em ser referência na gestão portuária no país e vetor do desenvolvimento de Santa Catarina”, comemorou.

Já o diretor de Operações e Logística, Reinaldo Ferreira de Lima enfatizou: “A nossa recomendação para a Certificação das normas ISO demonstra que o Porto de São Francisco do Sul não se destaca entre os portos organizados brasileiros apenas pelos seus índices de desempenho, mas também pela qualidade do seu Sistema de Gestão Integrado”.

Levantamento

A auditoria da empresa QMS foi realizada em duas etapas: de 31 de maio a 3 de junho e entre os dias 21 e 24 de junho. Os auditores externos percorreram os setores do Porto para avaliar os processos do Sistema de Gestão Integrado.
Eles questionaram os colaboradores sobre as atividades desempenhadas, se estavam de acordo com a correspondente documentação e se tinham conhecimento da missão, visão e valores da empresa. Ainda perguntaram sobre o objetivo do Sistema de Gestão Integrado e a política de gestão do Porto.

Cronologia

  • Em 2019, a administração do Porto indicou duas servidoras como responsáveis para iniciar o processo, com vistas à certificação: Suellen Jovita e Sheyla Soares.
    Naquele ano, ambas participaram de cursos sobre a condução das ações para o Porto receber os certificados ISO.
  • O processo para a escolha da empresa de consultoria foi iniciado em agosto de 2020.
    Em janeiro de 2021, foi contratada a RPD Consultoria, que começou diagnosticando como estava cada setor do Porto com relação aos requisitos necessários à certificação.
  • Nos meses seguintes, houve diversas reuniões com a diretoria executiva do Porto, que definiram o marco estratégico e a política de qualidade e meio ambiente.
  • Desde abril de 2021, a administração realizou treinamentos junto aos servidores, formando líderes, facilitadores e auditores internos para dar seguimento às ações necessárias para obter a recomendação.
  • Em março de 2022 foi realizada a auditoria interna com a empresa contratada para verificar a eficácia das ações planejadas. Objetivo foi avaliar os processos de gestão, em diferentes setores do complexo portuário, por meio de entrevistas com os colaboradores. Participaram três auditores consultores da Alara e 13 auditores internos, do Porto.
  • Já em abril deste ano foi iniciado o processo final para a auditoria externa, com reuniões preparatórias. A empresa QMS realizou a auditoria entre o final de maio e final de junho, culminando com a recomendação para que o Porto de São Francisco do Sul receba a certificação ISSO 9001 e 14001.