Único, obrigatório e com certeza mais caro, o novo combustível está chegando nos postos do Brasil. A partir desta segunda-feira, 3 de agosto, começa a valer a determinação da Agência Nacional do Petróleo e Gás Natural (ANP), que estabelece padrões mais elevados para a gasolina vendida no país. Segundo a Petrobras, essa nova gasolina pode gerar uma economia de 4% a 6% no consumo dos motores. Ou seja, o carro vai rodar mais gastando menos combustível.

Para se ter uma ideia, de abril a julho, em linhas gerais, o preço da gasolina comparando a nível nacional subiu de R$3,62 para R$4,17 o preço do litro. Um aumento de 15%.
Ainda de acordo com a ANP, com a nova gasolina será mais difícil fraudar o combustível.