GENEBRA (Reuters)

Desde o começo da doença, 33 milhões de casos de coronavírus foram registrados oficialmente no mundo

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse nesta terça-feira que 1 milhão de mortos pela Covid-19 é “uma marca muito triste”, depois de muitas das vítimas sofrerem uma “morte terrível e solitária” e de suas famílias não poderem dizer adeus.

O número de mortos pelo coronavírus no mundo superou a marca de 1 milhão, de acordo com uma contagem da Reuters, uma estatística sombria em uma pandemia que devastou a economia global, sobrecarregou sistemas de saúde e mudou o modo de vida das pessoas.

“Muitas pessoas perderam muitas pessoas e não tiveram a chance de dizer adeus. Muitas pessoas que morreram, morreram sozinhas… É uma morte terrivelmente difícil e solitária”, disse a porta-voz da OMS Margaret Harris em uma entrevista da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra. “A única coisa positiva sobre o vírus é que ele é suprimível, não é a gripe.”