Foto: Divulgação / SES

Demandas variadas incluem casos clínicos e emergências diversas

Durante o feriado de Páscoa, de 28 a 31 de março, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Santa Catarina experimentou um aumento significativo no número de ligações e ocorrências atendidas em todo o estado. Este ano, o SAMU recebeu mais de 10 mil chamadas, um aumento em relação ao ano anterior, que ficou em torno de 9 mil.

Em termos de atendimentos, foram registradas 4.916 ocorrências em 2024, um aumento de 15,88% em comparação com o mesmo período do ano passado, que contabilizou 4.242 atendimentos. As regiões mais afetadas foram Norte/Nordeste (Joinville) com 942 ocorrências, seguida por Vale do Rio Itajaí (Blumenau) com 882, Grande Florianópolis com 852 e Sul (Criciúma) com 703. Os principais casos foram relacionados a problemas cardiovasculares, neurológicos e gastrointestinais.

O superintendente de Urgência e Emergência da Secretaria de Estado da Saúde, Marcos Fonseca, atribui esse aumento ao crescente número de turistas que visitam Santa Catarina. “Os números refletem o status de Santa Catarina como um destino turístico popular, tanto nacional quanto internacionalmente. Por isso, continuamos investindo em capacitação de equipe e infraestrutura, tanto terrestre quanto aérea”, afirma.

O SAMU catarinense destaca-se pela sua ampla cobertura no estado, com 28 Unidades de Suporte Avançado (USA), 97 Unidades de Suporte Básico (USB), dois helicópteros, um avião e recentemente três motolâncias foram adicionadas à frota. “Nosso objetivo é garantir um acesso rápido e eficiente aos serviços de urgência e emergência, priorizando a educação da população sobre o uso correto do serviço”, acrescenta o superintendente.

O serviço continua buscando melhorias, com a atual gestão do Governo do Estado investindo na expansão e renovação da frota, adquirindo novas unidades e motolâncias para garantir qualidade e eficiência em todo o processo de atendimento e transporte dos pacientes aos hospitais referenciados.