Fotos: PMSC /Divulgação

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) abriu na terça-feira, 24, processo seletivo para a admissão de voluntários ao Serviço de Auxiliar Temporário da PMSC. Serão disponibilizadas 482 vagas (sendo 457 vagas amplas e 25 vagas para pessoas com deficiência – PCD) conforme necessidade e formação de cadastro de reserva para preenchimento das vagas que, eventualmente, deixem de ser ocupadas. Os principais critérios de seleção são a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e estar entre os 18 a 23 anos.

As inscrições vão até dia 12 de novembro de 2023. Para inscrever-se o candidato deverá acessar o endereço eletrônico http://concursos.pm.sc.gov.br/ e registrar-se, informando um endereço de email pessoal e o número de seu CPF. Após registrar-se, o candidato receberá no endereço de email informado uma mensagem para confirmar seu registro e ativar sua conta no portal de concursos.

O Agente Temporário deverá realizar Curso Específico de Formação, que o habilitará ao desempenho das funções. A prestação dos serviços de atendimento telefônico nas Centrais de Emergência, nas Centrais de Videomonitoramento e de auxiliar nas funções administrativas se dará em turnos de serviços ou expediente, totalizando 40 horas semanais.

O auxílio mensal será no valor bruto de R$ 2.448,00 no primeiro ano de contrato. Caso haja renovação de contrato por interesse de ambas as partes, o valor do auxílio indenizatório no segundo ano será de R$ 2.604,00.

Para o comandante-geral da PMSC, coronel Aurélio José Pelozato da Rosa, o trabalho do Agente Temporário é de extrema importância para o atendimento e o apoio administrativo na corporação. “São jovens que virão somar ao nosso esforço de melhor atender aos cidadãos catarinenses”, afirmou.

Exemplo – A soldado Eluiza Stella, do 5º Batalhão de Polícia Militar, em Tubarão, é um exemplo de que o serviço como Agente Temporário pode vir a dar uma boa base para aquele que desejar seguir na carreira militar. Em 2014, quando Eluiza tinha apenas 18 anos e estava no início da faculdade. “Eu fiquei sabendo do concurso de Agente Temporário e vi como uma boa oportunidade de emprego, já que conseguiria conciliar o serviço com as aulas da faculdade”, contou ela.

whatsapp image 2023 10 24 at 171845

Quando começou a trabalhar, ela exerceu a função de atendente do 190. Foi assim que Eluiza teve a oportunidade de conhecer mais afundo o serviço policial militar.  “A cada ligação que eu atendia, eu conseguia ajudar alguém que estava precisando e isso era muito gratificante”, completou.

No tempo em que foi Agente Temporária, Eluiza concluiu a faculdade. “E foi assim que, em 2020, eu realizei o meu sonho que começou a nascer lá em 2014 quando eu iniciei o serviço temporário: ser policial militar”, finalizou.