Fotos: PM /Divulgação

Em Santa Catarina, as operações foram realizadas nas cidades de Palhoça, São José e Imbituba, na região da Grande Florianópolis, e em Xanxerê, no Oeste catarinense. A PMSC destaca que essas atuações interagências concilia interesses e coordena esforços entre as esferas nacional e estadual para a garantia de bons resultados.

As investigações foram iniciadas no ano de 2021, a partir de uma apreensão de cerca de 24 toneladas de maconha. A partir daí, foram dois anos de trabalho integrado entre as forças de segurança que resultaram na prisão de oito pessoas e a apreensão de cerca de 100 toneladas de maconha.

dinheiro apreendido
Foto: PM /Divulgação

Foi apurado que a droga ingressava no país pela fronteira entre as cidades de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.  Após essa internalização, toda a carga era trazida para Santa Catarina, na região da grande Florianópolis, onde era armazenada.

objetos apreendidos
Foto: PM /Divulgação

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico transnacional de drogas; organização criminosa; tráfico de armas; e lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem chegar a 30 anos de prisão.

Além das cidades catarinenses, a operação cumpriu mandados nas cidades de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul; de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.