Fernando Willrich, presidente do CRECI/SC - Foto: Divulgação

Presidente do Conselho critica falta de debate e transparência na implementação da nova lei

Um golpe duro e injustificável para os cidadãos, o mercado e os profissionais do ramo imobiliário. O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI/SC) critica veementemente o aumento exorbitante, que alcança até 200%, nas taxas cartoriais, entrando em vigor neste 1º de abril. O presidente do Conselho, Fernando Willrich, expressa sua indignação: “Infelizmente, não é uma piada de mau gosto, embora pareça. Houve falta de transparência e diálogo na Assembleia Legislativa, e a velocidade com que tudo foi aprovado é surpreendente”.

O Projeto de Lei Complementar 0038/2023, proposto pelo Tribunal de Justiça, foi aprovado sem discussão aprofundada e sancionado rapidamente pelo Poder Executivo. O presidente do CRECI/SC, em sua crítica, ressalta a decepção com a aprovação, inclusive por membros da Frente Parlamentar Estadual do Mercado Imobiliário. Diante disso, o CRECI/SC promete uma mobilização contra o aumento, visando proteger os interesses da categoria e evitar prejuízos nos negócios imobiliários. Willrich alerta para possíveis atrasos em registros e regularizações de imóveis, afetando não apenas os profissionais, mas toda a sociedade, incluindo a arrecadação de impostos essenciais para serviços públicos como saúde e educação.