Foto: Divulgação

Orientações Importantes para um Carnaval Seguro e Saudável

Às vésperas do Carnaval, época de celebração e alegria, a Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), destaca a necessidade de atenção especial à prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), como HIV, sífilis, HPV, hepatite A, entre outras, para garantir que a festa transcorra com tranquilidade.

O uso da camisinha, seja masculina ou feminina, em todas as relações sexuais, continua sendo a medida mais acessível, segura e eficaz para evitar as ISTs, bem como gravidezes indesejadas. No entanto, para prevenir o HIV, existem métodos adicionais, como a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) e a Profilaxia Pós-Exposição (PEP), que podem ser combinados ao uso do preservativo.

A PrEP consiste na ingestão diária de medicamentos para proteger o corpo da infecção pelo HIV, podendo ser utilizada por pessoas a partir dos 15 anos. Existem duas formas de PrEP: a diária e a sob demanda. A PrEP diária, que requer até sete dias para atingir níveis de proteção ideais, é indicada para uso contínuo. Já a PrEP sob demanda é recomendada para quem tem exposições menos frequentes ao HIV e pode ser tomada horas antes da relação sexual planejada.

Quanto à PEP, é uma medida de urgência para reduzir o risco de infecção pelo HIV após uma possível exposição. Deve ser iniciada preferencialmente nas primeiras duas horas após a exposição e não deve ultrapassar 72 horas, sendo continuada por 28 dias.

Outra medida preventiva é a realização de testes rápidos para o diagnóstico de ISTs antes da festa. Esses testes, disponíveis nas unidades básicas de saúde, são realizados de forma segura e sigilosa, com resultados em até 30 minutos. Além disso, nas unidades de saúde, é possível ter acesso à PrEP, PEP, preservativos e lubrificantes. Somente em janeiro de 2024, a Dive distribuiu mais de 1 milhão de camisinhas para os municípios catarinenses, em preparação para o Carnaval.

Todas essas medidas preventivas são oferecidas gratuitamente à população.